Desafios

Eis as metas que visam a materialização da missão e dos objectivos institucionais:

  • Sendo o Colégio Sol Nascente o celeiro do Instituto Superior, iremos solidificar as suas actividades académicas e fazer a abertura da oferta dos cursos do ensino médio;
  • Após quatro anos de actividades pretendemos transformar o SOL NASCENTE na Universidade Sol Nascente;
  • Formalizar protocolos com instituições internacionais que já demonstraram interesse e disponibilidade em cooperar com a nossa instituição, nomeadamente, o Instituto Superior de Ciências do Trabalho e Empresa de Portugal e aquelas que colaboram com o IFAE, como é o caso da Faculdade de Direito da Universidade de Lisboa;
  • Disponibilizar aos estudantes as bases de dados internacionais de pesquisa científica;
  • Formalizar protocolos com as instituições privadas e públicas da região com vista a garantir-se os estágios profissionais dos estudantes da instituição e a sua posterior inserção no mercado de trabalho;
  • Criar um Fundo de Apoio ao Ensino e à Pesquisa (FUNDAEP) com uma rubrica prevista no orçamento institucional de 2%;
  • Alcançar, até 2016, um quadro docente com 100% de professores(as) com titulação de Mestres ou de Doutores, através do investimento na formação contínua dos docentes do Instituto;
  • Implementar no sistema de gestão institucional, até 2016, acções que atendam aos princípios da certificação internacional ISO 14001;
  • Criar, em 2013, um Hospital Escola que servirá de apoio aos cursos da área de saúde;
  • Capacitar, até 2015, todos(as) os(as) profissionais que demonstrem interesse em trabalhar em ambientes virtuais para que se institua a EAD como modalidade de educação, em todos os níveis;
  • Criar, em Portugal e no Brasil, centros que permitam as aulas de vídeo-conferência;
  • Criar, nos anos lectivos de 2012-2013 e 2013-2014, pólos de ensino no Bié e no Moxico, respectivamente;
  • Disponibilizar, em todo o campus da instituição, acesso wireless à internet para toda a comunidade académica;
  • Negociar, com os matriculados na instituição, o acesso à aquisição de computador próprio a preços acessíveis à realidade angolana;
  • Criar um programa de capacitação para colaboradores(as) e docentes;
  • Criar um parque tecnológico para atender as necessidades académicas, de acordo com a modernização do mercado;
  • Disponibilizar um espaço de biblioteca disponível durante sete dias por semana e 24 horas por dia;
  • Criar um espaço de auscultação das comunidades interna e externa;
  • Potenciar e qualificar a segurança dos campus da instituição através da instalação de sistemas de videovigilância em locais estratégicos.